Como calcular juros do INSS atrasado

Como calcular juros do INSS atrasado

Conhecido apenas por sua sigla (INSS) ou, ainda, o popular (INPS), o Instituto Nacional do Seguro Social é o responsável pelo recolhimento das contribuições de aposentadoria e sua execução, utilizando o banco de dados do Dataprev para tal caminho.

E os brasileiros — acostumados a pagar tantas contas e impostos — acabam se esquecendo de contribuir com o órgão. E só sentirão os efeitos desse esquecimento quando ficarem doentes ou avançar a casa dos 50 anos.

Calculando as parcelas atrasadas

Para calcular os juros do INSS atrasado não podemos esquecer que as multas variam de acordo com diversos fatores e podem chegar a 20% em muitos casos. Fora as correções monetárias e por período, que ainda são acrescidos nesse montante.

Para fazer o cálculo do INSS em atraso você precisa acessar o site da instituição e informar: salário mensal e meses de salários a serem pagos. O cálculo é feito pelo próprio sistema em questão de segundos.

Importância para o assegurado

Manter as parcelas de contribuição do INSS em dia vai muito além do que estar assegurado em caso de afastamento do trabalho por doença ou acidente. Ela garante uma 3ª idade mais tranquila, longe de patrões, rotinas e responsabilidades que um funcionário é submetido ao longo de sua vida.

Sem falar que contribuir corretamente com o INSS mostra a preocupação de cada pessoa com a chegada de idades mais avançadas, onde os cuidados com a saúde e o bem estar precisam vir em primeiro lugar.

Pela internet

Acessando a Agência Eletrônica do Assegurado, pelo site do INSS, o contribuinte pode regularizar sua situação com a instituição. Basta escolher a opção GPS e, na sequencia, informar o valor do salário e o período de atrasos correspondentes (como dito anteriormente).

O sistema calcula todo o valor já incluindo os juros devidos, resultando num valor final para o assegurado. Depois de gerado esse valor é só clicar na opção Gerar Guia e imprimi-la.

Lembrando que o prazo de recolhimento para as contribuições se encerra todo o dia 15 de cada mês. Se essa data coincidir com sábados, domingos e feriados ela é automaticamente repassada para o próximo dia útil subsequente.

Especialistas aconselham a todos que não deixem de pagar os meses em atraso, evitando assim o efeito “bola de neve” das contribuições. O correto é que comecem a pagar desde o mês que a contribuição não foi mais efetivada. Independente do mês ter sido neste ou em anos anteriores.

Apesar da cobrança de juros e correções devidas do período, valor nenhum pode pagar a integridade da saúde física e mental.

E se o contribuinte preferir também pode fazer o cálculo de seu INSS atrasado através do telefone 135. Lembrando que pela internet os cálculos só podem ser feitos nos meses posteriores a abril de 1995.

Já pelo 135 da Previdência Social os cálculos só podem ser feitos baseados nos últimos seis meses da não contribuição. Para períodos anteriores a abril de 1995 é necessário comparecer a uma agência do INSS mais próxima, levando seus documentos originais com foto.

Para cada tipo de contribuinte e categoria os valores podem mudar gradualmente. Por isso a importância de calcular os juros do INSS atrasado com cuidado e plena convicção de valores e meses sem contribuir.

Comentários

comentários

Veja Também:close