Perguntas frequentes em entrevistas de emprego

Perguntas frequentes em entrevistas de emprego

Suor frio, angústia, ansiedade e insegurança. Esses sentimentos assolam (e assombram) todos aqueles que um dia passaram e ainda passarão por uma entrevista de emprego.

É por isso que preparamos algumas dicas importantíssimas sobre as perguntas mais frequentes nas entrevistas de emprego. Fique tranquilo e foque apenas no seu potencial.

Perguntas frequentes numa entrevista

Na maioria das vezes apresentar um bom currículo pode não simbolizar encurtar o caminho para a tão desejada vaga de emprego. A entrevista se tornou item fundamental para as contratações. Principalmente as perguntas que trazem consigo informações que o recrutador quer saber.

A primeira delas, mas nem sempre a primeira, é porque você escolheu determinada carreira. Com essa pergunta o recrutador espera confiança de sua parte, além da demonstração de crescimento profissional demonstrada pelo candidato e sua sede em contribuir com a empresa.

Outra pergunta bastante comum trata de suas experiências em empregos anteriores. O ideal aqui é ir direto ao ponto, ou seja, falar um pouco do seu início na profissão, mas focar principalmente nos últimos três ou cinco anos dedicados a ela.

Também é normal que o recrutador pergunte na entrevista sobre feitos importantes e projetos pessoais que deram certo em seus últimos empregos. Seja sincero e pontue de forma clara quais ações você acredita ter desenvolvido e que tenham somado à antiga empresa nas questões financeiras, morais, éticas etc.

Não há pergunta sem resposta

Mesmo quando a pergunta parecer incômoda, como por exemplo o motivo do seu desligamento da empresa anterior, mantenha a frieza e use de toda a sinceridade. Se pediu demissão diga os motivos, sem citar nomes ou situações pessoais. Foque apenas no profissional.

Numa entrevista de emprego você também pode ser abordado por questões profissionais mais íntimas, como por exemplo, “qual foi o seu pior dia de trabalho”. Aqui o recrutador quer saber quais as suas reações em situações adversas e de crises. Tudo é observado, até mesmo o tom de voz. Por isso, mantenha a calma e comente o ocorrido com naturalidade, demonstrando superação.

Manter sempre a calma e naturalidade

“Cite uma situação a qual prestou ajuda a um colega de trabalho”. Perguntas como essa costumam desestabilizar um pouco o candidato na sua entrevista de emprego, tendo em vista que será necessária uma breve reflexão do emprego anterior.

Aqui o recrutador quer saber como você visualizou a necessidade de ajudar o colega e como esse trabalho em equipe foi superado.

Outra pergunta também conhecida nas entrevistas de emprego que costuma causar pânico aos candidatos é “como pretende agregar valores a nossa empresa?”.

Aqui o recrutador quer saber se você pesquisou sobre o ramo da nova empresa em questão, sua história e tudo mais. E se conseguiu enxergar possibilidades de novos trabalhos a serem realizados, tendo em vista a sua experiência na área.

Mas cuidado: essa não é a hora de falar sobre os seus projetos ou criticar o que já vem sendo desenvolvido. É o momento de você valorizar os seus conhecimentos adquiridos e mostrar ao selecionador que ele está diante de um profissional diferenciado, que está sempre na busca do algo a mais.

Mantenha sempre a calma e a naturalidade numa entrevista de emprego. Chegue pelo menos 40 minutos antes do horário estipulado, tome uma água e mantenha os pensamentos positivos.

Lembre-se de situações favoráveis nos seus empregos anteriores e faça uma reflexão sobre elas. Mas não ensaie uma frase ou resposta. O segredo de tudo está, mais uma vez, na sua naturalidade em lidar com as perguntas e como as respostas são colocadas.

Comentários

comentários

Veja Também:close