Recadastramento Bolsa Família 2014

Recadastramento Bolsa Família 2014

Recadastramento Bolsa Família 2014

Recadastramento Bolsa Família 2014

Recadastramento Bolsa Família 2014

Recadastramento Bolsa Família 2014

Recadastramento Bolsa Família 2014

Recadastramento Bolsa Família 2014

Recadastramento Bolsa Família 2014

Recadastramento Bolsa Família 2014

Recadastramento Bolsa Família 2014

Faz algum tempo que o programa do governo, Bolsa família, tem ganho destaque. Mas afinal, o que é, o que faz e quem o Bolsa Família beneficia?

O Bolsa Família surgiu em 2003 e é um programa que atende famílias pobres e na extrema pobreza, ele integra o Plano Brasil sem Miséria e atua em todos os estados do Brasil. O objetivo principal do bolsa família é aliviar a vida financeira dessas pessoas e dar a elas condições melhores de vida. Além disso, o bolsa família também tem como objetivo dar a essas pessoas o acesso a direitos sociais, como saúde, educação, assistência social entre outras coisas.

Os beneficiados do Bolsa Família recebem através de uma transferência feita pelo governo federal, a quantia de setenta e sete reais. Cada pessoa que recebe esse auxílio, recebe um cartão magnético para poder realizar o saque do dinheiro. O valor da bolsa varia de acordo com quantidade de pessoas que integra a família. Outro dado importante para receber o bolsa família, é a idade de cada pessoa da família. O benefício se restringe a famílias com crianças, jovens até 17 anos, gestantes, mães que amamentam e famílias em situação de extrema pobreza.

Para receber o benefício, é preciso fazer um cadastro único nos programas sociais do Governo Federal, a partir desse cadastro o governo irá selecionar as famílias que realmente precisam do auxílio. Hoje em dia o programa Bolsa Família é Lei regulamentada. É importante ressaltar que quem recebe o bolsa família, não pode se esquecer de realizar o Recadastramento Bolsa Família 2014.

Quantas pessoas recebem o auxílio através do recadastramento Bolsa Família 2014?

O número de famílias que recebe o Bolsa Família é muito alto, de acordo com o Governo Federal, 14.125.274 famílias recebem o benefício. No total, isso atinge mais de 50 milhões de pessoas. Essas famílias fizeram seu cadastro no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e foram selecionadas com base nos dados que informaram no ato do cadastro. Quem seleciona as famílias que irão receber o benefício é o Ministério do Desenvolvimento Social.

Após o recadastramento Bolsa Família 2014, o que a pessoa precisa fazer?

Existem algumas regras básicas a serem seguidas. Para receber o auxílio, a pessoa precisa apresentar um documento de identificação, como por exemplo, o CPF. O responsável por cadastrar as famílias, manter e atualizar a base de dados dessas pessoas, são as prefeituras municipais.

Ao fazer o recadastramento Bolsa Família 2014, a família deve, em contrapartida, ajudar em alguns aspectos. A contrapartida serve também para melhorar a vida dessas famílias. Uma das “tarefas” a serem cumpridas é acompanhar o cartão de vacinação de crianças menores de 7 anos. Ainda no quesito saúde, todas as mulheres de 14 a 44 anos devem fazer o acompanhamento médico. No caso de gestante, deve realizar o pré-natal e depois fazer o acompanhamento do bebê.
Já na educação, crianças e adolescentes, de 6 a 15 anos devem estudar e ter uma frequência escolar mensal de 85% no mínimo. Estudantes de 16 e 17 anos também devem frequentar a escola no mínimo 75%.

É de extrema importância que quem recebe esse benefício cumpra com as tarefas dadas na área da saúde, educação, assistência social, entre outras. Além de ajudar a vida dessas pessoas, outro ponto importante é o fato de que o Centro de Referência de Assistência Social (Cras), o Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas) e a equipe de assistência social do município onde a família mora, checam se as pessoas estão realmente fazendo essas atividades.

A não realização das contrapartidas pode acarretar na perda do benefício. Por isso, ao fazer o recadastramento Bolsa Família 2014 fique atento ao fazer tudo certo para não correr o risco de perder o Bolsa Família.

Quantos homens e mulheres fizeram o recadastramento Bolsa Família 2014?

Dos titulares que recebem o Bolsa Família, 93% são mulheres. Porém, do total de pessoas que recebe o auxílio, 56% são mulheres e 44% são homens. O programa pertence ao plano Brasil Sem Miséria (BSM). O Brasil Sem Miséria lançou outros programas de assistência, como o Ação Brasil Carinhoso, que é destinado de crianças de zero a seis anos de idade. O projeto tem como principal objetivo auxiliar essas crianças no desenvolvimento, seja ele físico ou intelectual.
Há algum tempo, o Governo ofereceu um aumento de 10% no Bolsa Família. Antes, as pessoas recebiam 70 reais mensais, com esse aumento de 10%, elas passaram a receber 77 reais por mês.
Esse tipo de programa social é de extrema importância para o desenvolvimento das famílias e a retirada delas da pobreza. O Bolsa Família ajudou tanto a essas pessoas que tirou o Brasil do mapa da fome pela primeira vez.

Você não precisa fazer o recadastramento Bolsa Família 2014 se melhorou de vida

Se você recebe o Bolsa Família, mas melhorou de vida nos últimos anos, você não precisa fazer o recadastramento Bolsa Família 2014. O programa é destinado para pessoas que realmente precisam, então, seja solidária. Se você acha que não precisa mais, permita que mais famílias possam receber esse benefício.
Desde o começo do Bolsa Família, em 2003, mais de 1,7 milhão de famílias melhorou de vida e deixou de receber o programa. Isso mostra e prova para quem dúvida, que o Bolsa Família faz parte de um programa que mudou o Brasil significativamente.
O Bolsa Família abrange o Brasil inteiro, mas é no Nordeste, principalmente no Ceará, que existe um número maior de pessoas que recebe o benefício, são quase um milhão de famílias que recebe o Bolsa Família, isso mostra um crescimento de 250%.

Além disso, o Bolsa Família também permite a inclusão social, pois quem recebe precisa ir para a escola, médico, etc, e isso faz com que essas pessoas pobres convivam numa realidade diferente, fazendo com que elas interajam, façam amizades, criem contatos e melhorem de vida. Em resumo, se você é beneficiário do Bolsa Família e conseguiu dar um salto um pouco maior na sua vida, dê espaço para outras pessoas também receberem esse benefício.

Comentários

comentários

Veja Também:close