Receita caseira de papinha de nenê

Receita caseira de papinha de nenê

Receita caseira de papinha de nenê

A alimentação dos bebês é algo que preocupa a grande maioria das mães. Durante metade do primeiro ano de vida, isso não chega a ser um problema, pois a recomendação é que o leite materno seja o único alimento oferecido para os bebês. Entretanto, a partir dos seis meses, chega a hora de começar a introdução de alimentos sólidos na alimentação da criança, que auxiliarão na obtenção de outros nutrientes, além de ajudar no desenvolvimento do sistema de mastigação e até mesmo na coordenação motora.

Neste momento da vida do bebê, a famosa papinha deve ser o principal alimento. De acordo com diversos nutricionistas, boas papinhas ajudarão a fornecer vitaminas e nutrientes às crianças pequenas, auxiliando na manutenção de um crescimento saudável. Este também é o momento ideal para “educar” o paladar das crianças, acostumando-o com legumes, frutas e verduras. Este momento da alimentação infantil ajudará a determinar os gostos da criança quando ela estiver maior. Portanto, para uma alimentação saudável durante toda a infância, é ideal que o bebê se acostume, desde cedo, com alimentos benéficos para a saúde.

Papinhas caseiras

As papinhas industrializadas possuem uma boa quantidade dos nutrientes necessários para um desenvolvimento saudável. Contudo, estes alimentos podem conter conservantes e outras substâncias químicas. Por este motivo, muitas mães optam por fazer a papinha em casa. Contudo, neste momento surge a dúvida: quais os melhores ingredientes?

Ingredientes para uma papinha caseira

Em termos nutritivos, uma papinha precisa conter carboidratos, proteína, minerais e vitaminas. É possível criar papinhas salgadas e doces, desde que o sabor venha dos ingredientes, nunca da adição de sal ou açúcar. A produção da papinha também deve ter um cuidado redobrado com a higiene, incluindo atenção aos próprios alimentos, às mãos e aos utensílios utilizados.

Uma boa papinha salgada pode ser feita, por exemplo, com brócolis, abóbora, macarrão, feijão e carne. Outras misturas interessantes podem incluir, por exemplo, mandioquinha, cenoura, carne e purê de chuchu. Outros ingredientes muito recomendados são couve, fubá, frango, escarola, beterraba e muitos mais, desde que utilizados de maneira equilibrada com carnes ou outras fontes de proteína.

As papinhas doces, por sua vez, devem ter frutas como base. A mistura de frutas como pera, banana, mamão, laranja e maçã oferece uma grande quantidade de vitaminas e, ao mesmo tempo, é muito saborosa para a criança.

Seja em papinhas doces ou salgadas, é essencial escolher os ingredientes de maneira criteriosa. Se possível, compre apenas alimentos agroecológicos, produzidos sem qualquer defensivo agrícola. A prática de adoçar as papinhas doces com mel deve ser realizada apenas quando a criança já tem mais de um ano de idade. Nos primeiros meses, o sabor das frutas será suficiente.

Receitas

Se você quer fazer suas papinhas caseiras, mas não sabe por onde começar, há diversos sites com receitas exclusivas, pensadas por nutricionistas e mães experientes. Algumas das páginas mais completas sobre o assunto são o Portal Bebê, da editora Abril; e o Vida de Bebê, do Terra. O Portal Mulher, do Uol, também dedica um conteúdo considerável para os cuidados relacionados aos bebês.

Comentários

comentários

Veja Também:close