Sintomas e tratamento de transtorno bipolar

Sintomas e tratamento de transtorno bipolar

Sintomas e tratamento de transtorno bipolar

O transtorno bipolar é um distúrbio de caráter psiquiátrico, que tem como característica mais marcante a súbita alternância de humor, variando da euforia à depressão em pouco tempo. Esta característica acontece durante crises e, em outros momentos, o problema pode ser assintomático.

O transtorno bipolar é um problema que, assim como a depressão, ainda causa muita confusão. É perfeitamente normal alternarmos entre períodos de alegria e tristeza, dependendo ou não de fatores externos. No caso do transtorno bipolar, há a falta de proporção entre o “gatilho” e a reação. Entendemos por “gatilho” tudo aquilo que pode desencadear a crise. Ou seja, a pessoa pode ficar muito eufórica ou muito deprimida com algo que seria trivial para indivíduos saudáveis.

Tipos de transtorno bipolar

De acordo com suas características, o transtorno bipolar é dividido em quatro tipos diferentes. O Tipo I é o mais grave, e se caracteriza por períodos longos de euforia, que duram pelo menos uma semana, com uma fase duradoura de depressão, que pode durar meses. O Tipo II tem como marca a alternância mais leve entre euforia e depressão. O transtorno misto, por sua vez, é aquele que apresenta sintomas insuficientes para permitir a classificação em um dos tipos acima mencionados. Por fim, há o transtorno ciclotímico, considerado o mais leve da doença. Neste caso, as alterações de humor costumam ocorrer no mesmo dia, em grau leve.

Diagnóstico do transtorno bipolar

Assim como outros distúrbios de ordem psiquiátrica, o transtorno bipolar é diagnosticado clinicamente, tendo como base o histórico e o relato dos sintomas. Muitas vezes, o transtorno bipolar pode ser confundido com depressão, esquizofrenia, ansiedade e síndrome do pânico. Por isso, é muito importante recorrer ao diagnóstico diferencial antes de se iniciar qualquer tratamento.

Tratamento

Não existe cura para o transtorno bipolar. Contudo, a doença pode ser controlada com psicoterapia, medicamentos e mudanças na qualidade de vida. De acordo com cada paciente, pode ser necessário eliminar o consumo de determinadas substâncias, como cafeína e álcool. O tratamento do transtorno bipolar também deve levar em consideração a diminuição nos níveis de estresse.

Importante

A melhor maneira para se atenuar o transtorno bipolar é seguindo à risca o tratamento recomendado. Muitas vezes, quando estão no estado de euforia, os pacientes tendem a acreditar que estão curados do problema, deixando de lado o tratamento. Por possuir diferentes níveis, o tratamento do transtorno bipolar pode parecer ineficiente nas primeiras semanas, enquanto a medicação está sendo ajustada à condição do paciente. A disciplina durante o tratamento é de extrema importância, pois muitas vezes será preciso tomar remédios pela vida inteira.

A participação da família no processo também é muito importante. Geralmente, os familiares também precisarão de apoio psicoterápico. Isso acontece por dois motivos: primeiro, porque é preciso orientação para lidar com um paciente de transtorno bipolar. Segundo, porque muitas vezes o comportamento do paciente acaba afetando também as pessoas próximas. Os familiares também devem estar sempre por perto, pois é comum que o portador de transtorno bipolar tente buscar alívio no álcool ou nas drogas.

Comentários

comentários

Veja Também:close